Congonhas, a cidade dos Profetas. Uma das maiores expressões do barroco brasileiro está na cidade de Congonhas. Próximo a Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais, a 70 km, o Santuário de Bom Jesus de Matosinhos (construído entre os séculos XVIII e XIX) preserva um Patrimônio da Humanidade (tombado pela UNESCO em 1985) – os Profetas do mestre Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. Todas esculpidas em pedra sabão, atraem milhares de visitantes, anualmente. São doze profetas no total. Em tamanho real e estão expostas defronte ao Santuário. São constantemente mantidas e preservadas, para evitar a ação do tempo e vândalos.

Antes de ser nomeada de “a cidade dos Profetas”, Congonhas era e ainda o é, um grandioso centro de peregrinação, onde os peregrinos vão em busca de curas de suas aflições. Entre sete e catorze de setembro, período em que é comemorado no município o jubileu do Senhor Bom Jesus do Matozinhos, cerca de cinco milhões de peregrinos visitam a cidade

A maior fonte de renda do município, vem da extração de minérios e da indústria metalúrgica, com destaque para a mina de Casa de Pedra (Companhia Siderúrgica Nacional – CSN), a Mina da Fábrica (antiga Feterco Mineração S/A, hoje incorporada à Vale do Rio Doce) a Mina Viga (que atualmente pertence à Ferrous) e a Gerdau Açominas.

O Jardim dos Passos (composto por seis capelas – defronte ao Santuário) representam a Via Sacra, com belíssimas imagens esculpidas por Aleijadinho, em cedro.

O Museu de Congonhas (anexo ao Santuário) é um centro onde estão reunidos fé, arte, história e tecnologia. Personagens vivos ou já falecidos, tem seu espaço no Museu. Alguns receberam espcial destaque, como Tia Vick (criadora da Escola de Balé Victoria Parcus) e o médium Zé Arigó, que impressionou o Brasil e o mundo todo com sua vidência. O Museu ainda reservou galerias para os notáveis da cidade.

 

Transfer: Transfer com City Tour em Congonhas

Duração: 6 horas

Pessoas: mínimo 2 pessoas

Valor: R$ 220,00

Guia: sim

Obs.:

Reserve agora:

Informações: · ingressos, taxas de visita, entradas, passagens ou refeições não inclusos; · transporte (vans ou automóveis executivos) com guia local especializado; · para grupos maiores ou menores, consulte-nos; ∙ aceitamos todos os cartões de crédito; ∙ todos os passeios são coletivos; ∙ oferecemos passeios privados – sob consulta; ∙ reservas com 30% como adiantamento; ∙ para todos os roteiros: visitação aos principais monumentos históricos, praças, museus, igrejas; ∙ os museus e igrejas em Ouro Preto não abrem às segundas-feiras; exceção Museu do Oratório (fechado às terças); ∙ solicite guia bilingue (preço diferenciado);

Avaliações

Ainda não há avaliações.

Faça uma avaliação

Classificação