Belo Horizonte é apontada, por alguns historiadores, como a primeira capital de um Estado a ser previamente projetada, outros a tem como a terceira (atrás de Teresina e Aracajú). Capital do estado de Minas Gerais, Belo Horizonte foi planejada e construída para ser a capital política e administrativa do estado. Na década de 50 a cidade já contava com 700 mil habitantes.

Com o avanço da industrialização, durante os anos de 1930 e 1940, o então prefeito da cidade Juscelino Kubitschek de Oliveira, criou o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, em 1943, reunindo os maiores nomes do modernismo brasileiro, com projetos de Oscar Niemeyer, pinturas de Portinari, esculturas de Alfredo Ceschiatti e jardins de Roberto Burle Marx.

Em Belo Horizonte, algumas igrejas possuem grande valor artístico, como a Igreja de São Francisco de Assis, na Pampulha, tendo como arquiteto Oscar Niemeyer, havendo em seu interior, a Via Sacra, elaborada por catorze painéis assinados por Cândido Portinari. Outros santuários que merecem ser destacados são a Basílica de Nossa Senhora de Lourdes, com seu estilo neogótico, no bairro de Lourdes, a Igreja São José, no hipercentro (bairro de classe média-alta, no centro da cidade) e a Igreja São Judas Tadeu, no bairro da Graça.

Belo Horizonte é também conhecida como a “capital nacional dos botecos” (existem mais de 14.000) – mais bares per capita que qualquer outra cidade do Brasil. Anualmente (em abril) realiza-se o festival “Comida di Buteco”; 40 dos melhores bares competem em diversas categorias.

Distando 716 km de Brasília (é a segunda mais próxima da Capital Federal, perdendo apenas para Goiânia) é o sexto município mais populoso do Brasil, com aproximadamente 2,5 milhões de habitantes.

 

City Tour: Belo Horizonte

Duração: 6 horas

Pessoas: mínimo 2 pessoas

Valor: R$ 150,00 por pessoa

Guia: sim

Obs.:

Reserve agora:

Informações: · ingressos, taxas de visita, entradas, passagens ou refeições não inclusos; · transporte (vans ou automóveis executivos) com guia local especializado; · para grupos maiores ou menores, consulte-nos; ∙ aceitamos todos os cartões de crédito; ∙ todos os passeios são coletivos; ∙ oferecemos passeios privados – sob consulta; ∙ reservas com 30% como adiantamento; ∙ para todos os roteiros: visitação aos principais monumentos históricos, praças, museus, igrejas; ∙ os museus e igrejas em Ouro Preto não abrem às segundas-feiras; exceção Museu do Oratório (fechado às terças); ∙ solicite guia bilingue (preço diferenciado);

Belo Horizonte - Ourotour
Belo Horizonte - Ourotour

Avaliações

Ainda não há avaliações.

Faça uma avaliação

Classificação