Distando 96 km da capital, Ouro Preto (Cidade Histórica, foi o 1º sítio brasileiro considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1980 – conhecida também como museu a céu aberto) eleva-se a 1.180m apresentando um clima tropical de altitude, com médias entre 26°C e 15°C em fevereiro e 21°C e 8°C em julho. Destaca-se o Pico do Itacolomy com 1772m.

Fundada em 1711, pela fusão de diversos arraiais em seu entorno, Ouro Preto é uma das principais áreas do ciclo do ouro, tendo enviado a Portugal cerca de 800 toneladas de ouro no século XVIII, sem contar o que foi usado para ornamentar igrejas ou desviado clandestinamente.

Inicialmente nomeada de Vila Rica de Albuquerque (1652) e posteriormente Vila Rica de Nossa Senhora do Pilar de Ouro Preto, chegou a ser a cidade mais populosa da América Latina com cerca de 80 mil habitantes (maior até que Nova York e que São Paulo – que na época não contava com mais do que 8 mil habitantes). Sua arquitetura original (casarões, vilas, travessas estreitas, ruas com calçamento) são preservados e continuamente mantidos.

O mineral encontrado na região, era enegrecido externamente por uma camada de óxido de ferro, apresentando uma tonalidade escura, daí vem o nome “Ouro Preto”.

As igrejas barrocas (algumas com obras do mestre Aleijadinho – Antônio Francisco Lisboa) casarões – que preservam suas fachadas originais, vilas, teatro (está em Ouro Preto o primeiro teatro em funcionamento da América Latina – fundado em junho de 1770) e museus, restaurados e preservados com esmero, proporcionam passeios culturais gratificantes.

Ouro Preto possui mais de vinte igrejas, capelas e passos, destacando-se as Igrejas de São Francisco de Assis, Basílica de Nossa Senhora do Pilar, Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora do Rosário (é a mais diferente de todas pois são duas construções ovais), Santa Ifigênia, Nossa Senhora da Conceição, de São José, Nossa Senhora das Mercês e Misericórdia, Nossa Senhora das Mercês e Perdões, São Francisco de Paula, Padre Faria, Igreja de Bom Jesus de Matosinhos ou Bom Jesus das Cabeças ou de São Miguel e Almas; as Capelas de Nossa Senhora das Dores, Nosso Senhor do Bonfim e finalmente, os Passos (são pequenas e singelas capelas que retratam os últimos passos de Jesus e só abrem na Semana Santa) Passo da Cruz às Costas, do Pretório ou de Antônio Dias, da Flagelação, da Ponte Seca, da Coroação de Espinhos ou da Via Sacra.

 

City tour: Ouro Preto

Duração: 6 horas

Pessoas: Mínimo 2

Valor: R$95,00 por pessoa

Guia: sim

Obs.: exceto às segundas-feiras

Reserve agora:

Informações: · ingressos, taxas de visita, entradas, passagens ou refeições não inclusos; · transporte (vans ou automóveis executivos) com guia local especializado; · para grupos maiores ou menores, consulte-nos; ∙ aceitamos todos os cartões de crédito; ∙ todos os passeios são coletivos; ∙ oferecemos passeios privados – sob consulta; ∙ reservas com 30% como adiantamento; ∙ para todos os roteiros: visitação aos principais monumentos históricos, praças, museus, igrejas; ∙ os museus e igrejas em Ouro Preto não abrem às segundas-feiras; exceção Museu do Oratório (fechado às terças); ∙ solicite guia bilingue (preço diferenciado);

Ourotour - Ouro Preto

Avaliações

Ainda não há avaliações.

Faça uma avaliação

Classificação